• Reflexão e Conversão

    Seitas maçônica, liberal e conciliar…

    A Maçonaria segue uma doutrina radicalmente oposta à doutrina do Verbo Encarnado: segue uma doutrina humana, inventada por homens como outros e propagada por eles. Fonte: Le Chevalier de l’Immaculée n°15 – Tradução: Dominus Est A Igreja Católica sempre se referiu à Maçonaria como uma “seita”. Esta palavra está relacionada ao verbo sequor que, genericamente significa seguir, fisicamente, caminhar em direção a.., moralmente se apegar a… [1] . Daí a palavra secta : seguimento, partido, seita. A rigor, uma seita é, portanto, um grupo de pessoas que seguem, que se apegam a um homem, sua doutrina e seus exemplos. A Igreja Católica não é uma seita porque não segue a doutrina e as regras morais de uma pessoa qualquer, de um homem como outro qualquer; pelo contrário, está unida e fixada…

  • Reflexão e Conversão

    Vaidade do mundo

    Quid prodest homini, si mundum universum lucretur, animae vero suae detrimentum patiatur? — “Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se vier a perder a sua alma:” (Matth. 16, 26.) Sumário. Os nossos parentes e amigos que estão na eternidade, lá da outra vida nos recomendam que não diligenciemos alcançar neste mundo senão os bens que nem mesmo a morte nos faz perder. Com efeito, de que aproveita ganharmos o mundo inteiro, se depois perdermos a alma? Perdida a alma, perdemos tudo! Penetrados desta grande máxima, quantos jovens se resolveram a encerrar-se nos claustros, quantos anacoretas a viver nos desertos, quantos mártires a dar a vida por Jesus Cristo! Um filósofo…

  • Reflexão e Conversão

    As terríveis consequências do pecado

    Discípulo — Padre, o senhor disse também que a desonestidade é o pecado que traz consequências horríveis? Mestre — Infelizmente assim é! As desonestidades tiram as forças de qualquer obra generosa. Sansão, o mais forte dos homens, porque Deus o dotara de uma força extraordinária, deu-se a um amor impuro e tornou-se o joguete de Dalila, companheira dos seus pecados; por três vezes ela o traiu e o vendeu aos seus inimigos. As desonestidades idiotizam a mente. Salomão, o mais sábio de todos os reis, perde-se junto das mulheres amalecitas e, abandonando o seu Deus, dá-se à idolatria. As desonestidades viciam o coração de Henrique VIII, o mais cristão dos…

  • Reflexão e Conversão

    O verdadeiro conhecimento de si mesmo

    1. ´A esposa e Cristo que deseja elevar-se até o cimo da perfeição, há de principiar por si mesma, isto é, esquecida de todas as coisas exteriores, deve penetrar no íntimo de sua consciência e aí discutir, examinar e ver, com diligente cuidado, todos os defeitos, todos os hábitos, todas as inclinações, todas as obras, todos os pecados passados e presentes. Se achar em si alguma coisa menos reta, chore-a sem demora na amargura de seu coração. E para melhor chegares, reverenda madre, a este conhecimento, sabe que todos os nossos pecados e males cometemo-los ou por negligência, ou por concupiscência, ou por malícia. Acerca destas três coisas, pois, deve…

  • Reflexão e Conversão

    Da caridade fraterna

    Diliges proximum tuum tamquam teipsum — “Amarás ao teu próximo como a ti mesmo” (Marc. 12, 31). Sumário. Ninguém pode amar a Deus sem que tenha amor ao próximo, porquanto o amor de Deus e o do próximo nascem da mesma caridade, e o mesmo preceito que nos obriga ao primeiro, obriga-nos também ao segundo. Examinemos em que estima tivemos até agora um preceito tão importante, e, se porventura tivermos de reconhecer faltas, façamos firme propósito de ser para o futuro mais exatos, lembrando-nos que da observância da caridade depende o sermos cristãos, não só de nome, mas de fato. Não se pode amar a Deus sem amar ao mesmo tempo ao…

  • Reflexão e Conversão

    Fonte e causa das impressões que o desânimo produz numa alma cristã

    Fonte e causa das impressões que o desânimo produz numa alma cristã Por que é que o desânimo produz tão fortes e tão funestas impressões numa alma cristã? Ei-lo aqui. A alma está bem convencida da sua fraqueza, que amiudadas vezes ela experimenta: sente vivamente a dificuldade que tem em se vencer coisa que lhe sucede raramente. Todo ocupado dessas idéias tristes e desalentadoras, de que tem pouca coragem, de que não faz nada para agradar a Deus, ela considera como coisa Inútil recorrer ao Senhor, que, nesse estado, não deve escutá-la. Estranho efeito do orgulho do homem, que quereria dever a si mesmo o bem que faz e a…

  • Reflexão e Conversão

    Jesus e Tomé

    1. a) Porém Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles, quando veio Jesus. Tomé preferiu sua opinião à dos dois discípulos de Emaús e à de todos os mais. Privou-se por isso da ocasião de ver a Jesus. b) “E oito dias depois estavam os seus discípulos outra vez dentro, e Tomé com eles – Veio Jesus pelas portas fechadas”. Oito dias o apóstolo perseverou em sua descrença; Jesus, porém, o socorreu, desde que se achava com os demais apóstolos. Eis a vantagem dos exercícios comuns de piedade. Os méritos dos outros te aproveitarão. 2. a) Jesus dirigiu sua palavra a Tomé, ainda que estivessem presentes outros mais dignos. Mostrou…

  • Reflexão e Conversão

    O Sacerdote – Teu Benfeitor

    1. a) “Assim como o Pai me enviou, assim eu vos envio“. Jesus nomeia os apóstolos seus representantes. Quanto amor não teve a todos, providenciando nessa ocasião para todo o futuro! A Jesus se devem os benefícios emanados do sacerdócio da Santa Igreja, durante tantos séculos. Não é grande ingratidão esquecê-los? b) “Recebei o Espírito Santo“. Jesus fortificou seus apóstolos para sua árdua missão: Possuis ainda a vida da graça pelo Espírito Santo, que te foi dada no batismo e, novamente, em tantas confissões? A que grau de santidade chegarias, se correspondesses a todas as suas iluminações? 2) O amor de Jesus foi mais além: “Aqueles a quem perdoardes os pecados, serão perdoados”.…

  • Reflexão e Conversão

    Primeiro Domingo depois da Páscoa – Pe. Júlio Maria, S.D.N.

    Primeiro Domingo depois da Páscoa (Jo. 20, 19-31) Naquele tempo, pela tarde do primeiro dia da semana, estando fechadas as portas do lugar onde os discípulos se acharam reunidos por medo dos judeus, veio Jesus, apareceu no meio deles, e lhes disse: A paz seja convosco! Dito isto, mostrou-lhes a mão e o lado. E os discípulos tiveram grande alegria ao ver o Senhor. E disse-lhes pela segunda vez: A paz seja convosco! Assim como meu Pai me enviou, assim eu vos envio. A estas palavras, soprou sobre eles, dizendo: Recebei o Espírito Santo; A quem vós perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; e a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos. Ora,…

  • Reflexão e Conversão

    Preparação à vinda de Jesus

    1. a) “Chegada, porém, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e estando fechadas as portas, onde, por medo dos judeus, se achavam juntos os discípulos, veio Jesus“. Escondidos pelo respeito humano! Não sofres do mesmo mal? Já não perdeste muito devido a ele? A falta de preparação retarda a vinda de Jesus. O Senhor mandou avisar seus discípulos por diversas pessoas, para que se preparassem, vindo por isso tarde. b) As portas dos sentidos devem estar fechadas, para que Jesus possa entrar no coração; senão, já terão antes entrado a distração e a tentação. 2. a) “Veio Jesus e pôs-se no meio“. Onde dois ou três estiverem reunidos em nome de…