Novena de preparação para a festa do Divino Espírito Santo – Sétimo Dia

Novena de preparação para a festa do Divino Espírito Santo

. Pelo Sinal da Santa Cruz
. Livrai-nos Deus Nosso Senhor, dos nossos inimigos.

✝︎ Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amen.

Oração inicial:

Abri, Senhor, os meus lábios, para louvar o vosso santo nome; purificai o meu coração de todos os vãos, perversos e alheios pensamentos; iluminai o meu entendimento, inflamai a minha vontade, para que digna, atenta e devotamente faça este ato de piedade e mereça ser atendido e bem despachado ante o augusto trono de Vossa divina Majestade.

Por Jesus Cristo Nosso Senhor. Amen.

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do Vosso amor.

. Enviai o Vosso Espírito, e tudo será criado.
. E renovareis a face da terra.

Deus, que ilustrastes os corações dos fiéis com a luz do Espírito Santo, concedei-nos, que pelo mesmo Espírito saibamos tudo o que é reto e nos alegremos sempre com a sua consolação.

Por Jesus Cristo Nosso Senhor.

. Amen.

SÉTIMO DIA

O ESPÍRITO DIVINO É UM ESPÍRITO DE SANTIDADE

Meditação

Os apóstolos tinham recebido de Nosso Senhor a ordem de pregar o evangelho a todo o mundo. Quando foram chamados pela autoridade pública, e intimados, que não falassem no santíssimo e milagroso nome de Jesus, que não pregassem mais a doutrina do Redentor, (que portanto faltassem à sua obrigação de pregar e cometessem um pecado), responderam com altivez: “É preciso obedecer mais a Deus que aos homens”. E não cessavam de ensinar e pregar a Jesus Cristo no templo e pelas casas.

O cristão mundano não cuida da santidade da sua alma. Ele é inimigo de qualquer constrangimento e de qualquer sacrifício, até nos deveres mais graves que Deus impõe. O espírito que o domina, é o espírito da comodidade e da negligência o espírito da indiferença e do esquecimento dos deveres, o espírito de astúcia para satisfazer às paixões, o espírito de habilidade para justificá-las, o espírito do amor próprio, que corrompe o coração e expele o Espírito Santo. Quando o Espírito Divino vem ao coração, mostra-lhe todo o horror dos pecados cometidos, todas as chagas vergonhosas que as paixões infligiram à alma, toda a oposição injusta e ingrata da sua vontade, da sua imaginação, dos seus sentidos, do seu corpo contra Deus e sua santa lei. Confundido e arrependido por este conhecimento salutar da sua miséria, pede perdão a Deus, salvando assim a sua alma e sua felicidade já neste mundo.

Rezai portanto: “Ó meu Deus, enviai o Vosso Espírito, e renovareis a face da terra!”

Orações após a meditação:

Reze a Ladainha do Espírito Santo

Reze o Santo Terço

Do Livro: Orai – Manual Completo de Orações e Instruções Religiosas, Padre João Batista Rëus1934.

Este texto foi útil para você? Compartilhe!

Deixe um comentário