Rejeitar um único artigo da doutrina católica é deixar de ser católico

Os Arianos, os Montanistas, os Novacianos, os Quartodecimanos, os Eutiquianos não abandonaram a doutrina católica por inteiro, mas apenas esta ou aquela parte: e no entanto quem é que não sabe que eles foram declarados hereges e rejeitados do seio da Igreja? 

E julgamento semelhante tem condenado todos os fautores de doutrinas erradas que entretanto apareceram, ao longo das diferentes épocas da História. 

“Nada pode ser mais perigoso do que esses hereges que, conservando em tudo o mais a integridade da doutrina, alterando uma só palavra, como uma gota de veneno, corrompem a pureza e a simplicidade da Fé que recebemos através da Tradição Apostólica.” (Anon., Tract. de Fide Orthodoxa contra Arianos)

Tal foi sempre o costume da Igreja, apoiada no juízo unânime dos santos Padres, os quais sempre consideraram como excluído da comunhão católica e fora da Igreja quem quer que se separasse o menor que fosse da doutrina ensinada pelo magistério autêntico.

Papa Leão XIII in Encíclia ‘Satis Cognitum’, 1896

Visto em: Senza Pagare

Este texto foi útil para você? Compartilhe!

Deixe um comentário