Zelo pela salvação das almas

1. Quanto mais vale a alma, do que o corpo, tanto mais o amor verdadeiro olha para o bem espiritual do próximo, que para a sua felicidade material. Será suficiente não fazer mal e não matar a ninguém? Se visses alguém submergir nas ondas, quando te fosse possível socorrê-lo, ficarias indiferente? Muitos se perdem, porque, alegando incômodos ou pouca esperança de melhoramento, ninguém lhes mostra o perigo em que estão.

O amor verdadeiro achará sempre um acertado meio aconselhado pela prudência e pelo zelo cristão. Não sejas, pois, indiferente quanto ao bem-estar espiritual de teu próximo.

2. Muito vale um bom conselho dado em tempo oportuno; mais ainda um contínuo bom exemplo. Indispensável, porém, e ao mesmo tempo fácil, é o salutar meio da oração pela salvação do próximo. Santos e santas salvaram a milhares de almas só por este meio. O próprio Jesus só 3 anos ensinou publicamente, enquanto durante 30 anos, em vida humilde e desconhecida, salvou pela oração. Que fizeste neste ponto, até hoje? Quando imitarás o exemplo de Jesus, benfeitor e Salvador, por orações, palavras e obras?

Breves Meditações Para Todos os Dias do Ano, Frei Pedro Sinzig, OFM, Quarta Edição, 1921.

Este texto foi útil para você? Compartilhe!

Deixe um comentário