• Reflexão e Conversão

    Sétimo Domingo depois de Pentecostes – Pe. Júlio Maria, S.D.N.

    Sétimo Domingo depois de Pentecostes (Mat. 7, 15-21) Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Guardai-vos dos falso profetas, que vêm a vós com vestido de ovelhas, e por dentro são lobos rapaces. Pelos seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinhos, ou figos dos abrolhos? Assim toda árvore boda dá bons frutos: e a árvore má dá maus frutos. Não pode uma árvore boda dar maus frutos; nem uma árvore má dar bons frutos. toda árvore, que não dá fruto, será cortada e lançada ao fogo. Vós os conhecereis, pois, pelos seus frutos. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus; mas o…

  • Reflexão e Conversão

    Ambição e orgulho

    1. O desordenado amor próprio degenera facilmente em orgulho e endeusamento pessoal. O orgulho, admirando em si tudo, reclama louvor e respeito e requer honras só a Deus devidas. Que flagrante oposição entre tal proceder e o que te compete por tua indigência e tua dependência total do Criador! O ambicioso ocupa-se principalmente com o futuro, desejando posições importantes, para dominar e ser honrado, talento para poder brilhar e ofuscar outros; sonha glórias, persegue os rivais, oprime os fracos, ama os que o adulam, odeia os que não lhe dão importância, quer ser o primeiro em toda a parte e por todo o tempo. 2. Quanto mal já não causou…

  • Reflexão e Conversão

    Sétimo Domingo depois de Pentecostes: Os falsos profetas e a necessidade das boas obras

    Omnis arbor, quae non facit fructum bonum, excidetur et in ignem mittetur – “Toda a árvore que não dá bom fruto será cortada e metida no fogo” (Mat. 7, 19). Sumário. Persuadamo-nos de que a fé por si sós não basta para a nossa salvação. São também necessárias as obras, porquanto, como diz nosso Senhor no Evangelho de hoje: “Toda a árvore que não dá bom fruto será cortada e metida no fogo.” Estas obras não são as mesmas para todos; diferem segundo o estado em que Deus nos colocou. Quantos cristãos, desejando fazer coisas grandes, descuidam os deveres do próprio estado e se condenam! Meu irmão, põe a mão na consciência:…