• Reflexão e Conversão

    Frutos da meditação da dores de Maria Santíssima

    Sicut qui thesaurizat, ita et qui honorat matrem suam ― “Como quem ajunta um tesouro, assim se porta o que honra sua mãe” (Eclo 3, 5). Sumário. Por causa do imenso amor com que Jesus Cristo ama sua querida Mãe, são-Lhe muito agradáveis os que com devoção meditam nas dores de Maria Santíssima e inúmeras são as graças que lhes comunica. Mas infelizmente, quão poucos são os que praticam tão bela devoção! Muitos cristãos, em vez de se compadecerem das dores de Maria, lh’as renovam com seus pecados ou sua tibieza. Irmão meu, serás tu também um destes ingratos? Para compreender quanto agrada à Bem-Aventurada Virgem que nos lembremos de suas dores,…

  • Reflexão e Conversão

    O que fazes para não perder a Jesus?

    1. Não estranhes que Maria, na volta de Jerusalém, perdesse de vista seu divino Filho. Era tão extraordinária a amabilidade de Jesus, que atraía a todos, pelo que a Santíssima Virgem o julgava na companhia dos outros, onde quis deixá-lo, sem o reclamar para si. Por amor e em proveito dos outros, Maria renunciou por algum tempo à companhia de seu filho. O que fazes tu por teu próximo? “Ama teu próximo como a ti mesmo”: ama-o, pois, solicito em preservá-lo de males e em acumulá-lo de bens. 2. Com quanta dor e aflição Maria e José procuram seu filho. Nenhum trabalho os faz desanimar. Provação terrível que durou dias longos e…