• Reflexão e Conversão

    Desculpas do pecador

    Não deixeis que o meu coração deslise em palavras de malícia, para invocar desculpas para os meus pecados. (Salm. CXL., 4.) O amor próprio todo se engenha em procurar maneira de desculpar os seus pecados. Mas, de que servirão todas as desculpas, se Deus não lhes dá valor nem importância? Parece-te acaso demasiado dura a lei, que desrespeitasse como pecado? mas ela é a expressão da natureza nobre que Deus nos deu. A norma das nossa obras é a lei: e toda a lei é medida, e medida proporcional ao que se há de medir. Como seria temerário afirmar que o Senhor nos deu uma lei, que não está em…

  • Reflexão e Conversão

    Amor de Jesus Cristo em dar-se a nós como alimento

    In funiculis Adam traham eas, in vinculis caritatis… et declinavi ad eum ut vescerentur ― “Eu as atrairei com as cordas com que se atraem os homens, com as prisões da caridade… inclinei-me para ele, para que comesse” (Os 11, 4). Sumário. Quanto se julgaria distinguido o súdito a quem o príncipe mandasse algumas iguarias da sua mesa? Jesus Cristo, porém, na santa comunhão, nos dá para sustento, não só uma parte da sua mesa, mas o seu próprio corpo, a sua alma e a sua divindade. Será porventura uma pretensão exagerada da parte do Senhor, se, em compensação de tão grande dom, nos pede o nosso pobre coração todo inteiro?…

  • Reflexão e Conversão

    Jesus Obedecendo

    1. a) “E lhes estava sujeito”. Em que obedeceu Jesus? Em tudo. A oficina dum pobre artista não tinha nada de grande, de extraordinário, de brilhante. Jesus obedeceu nas coisas mais pequenas, ajudando a sua mãe no serviço doméstico e a seu pai em seus trabalhos de oficial. b) Como obedeceu? Imediatamente, sem tardar ou adiar, de boa vontade, humildemente e sujeitando o próprio juízo. A Sabedoria incarnada, sujeita-se a criaturas de inteligência ilimitada. E tu? 2. Quanto tempo obedeceu Jesus? Durante todos os anos em que viveu junto com seus pais. De fato, quem dum Jesus não aprende a obedecer, jamais o aprenderá. Tenhas poucos ou muitos anos de idade, Ele é…

  • Vídeos

    O homem à imagem de Deus – Pe. Gregory Hesse

    O primeiro capítulo do Gênesis declara que fomos feitos à imagem e semelhança de Deus. Mas, com todas as nossas limitações e imperfeições, sob quais aspectos a nossa alma possui semelhança à divindade? E o que Chesterton e São Tomás têm a dizer sobre isso? Acompanhe e, se possível, contemple os esclarecimentos sobre a simplicidade infinita, desta conferência do padre Gregory Hesse. Fonte: TradTalk 00:00​ A simplicidade infinita é incompreensível04:56​ O que é Deus?10:58​ “Yahweh”: “Eu Sou”.22:49​ O mistério da Trindade33:25​ Onde a imagem de Deus está em nossa alma?38:48​ A faculdade da alma que nem São Tomás entendeu43:10​ O significado do Sagrado Coração51:39​ A alma de São Pio X57:40​…