• Novenas

    Novena do Espírito Santo – Quarto Dia

    Novena do Espírito Santo – Quarto Dia O amor é um orvalho que fertiliza. Fluat´ut ros eloquium meum, quase imber super herbam – “Distilem como orvalho as minhas palavras, como chuva sobre a erva” (Deut. 32, 2). Sumário. Por duas razões o amor é chamado orvalho. Primeiro, porque torna a alma fecunda em bons desejos e boas obras; segundo, porque tempera o ardor das más inclinações e tentações. Se queremos receber este orvalho celestial, apliquemo-nos à oração mental e nunca deixemos de a fazer, ao menos uma vez por dia. Um quarto de hora de meditação basta para apagar o fogo do ódio ou do amor desordenado, por ardente que seja. Ao…

  • Reflexão e Conversão

    Nada de desculpas de tibieza

    1. A covardia faz crer que o pecado mereça alguma desculpa. Sabe, porém, que só pode servir de desculpa o que como tal é aceito pelo Juiz eterno. A lei divina seria dura e difícil de observar? “O meu jugo, diz Jesus, é suave, e o meu peso leve”. O mundo por acaso não exige sacrifícios? Quanto não suportas em troca de honras, riquezas, aplausos, satisfações, divertimentos, afeições humanas? Queres ser fraco só no serviço de Deus, que com Sua lei visa unicamente teu bem? 2. És inexperiente? Pois pede conselhos e reza para receber a luz divina. – És fraco? Reza e apoia-te em outros, que podem e querem ajudar-te. –…