Orações

Ato de reparação ao Sagrado Coração de Jesus

Ato de reparação ao Sagrado Coração de Jesus

℣. Sagrado Coração de Jesus, nós, humildemente prostrados em vossa presença, vimos Vos renovar nossa consagração, tomando a resolução de reparar os ultrajes dos homens por um aumento de fidelidade e amor para convosco!

Sim, vo-Lo prometemos! Quanto mais blasfemarem vossos mistérios,

℟. Tanto mais acreditaremos neles, – ó Coração Sagrado de Jesus!

℣. Quanto mais a impiedade se esforçar por nos tirar nossas imortais esperanças,

℟. Tanto mais esperaremos em Vós, – ó Coração, esperança única dos mortais!

℣. Quanto mais os corações ingratos resistirem a vossos atrativos,

℟. Tanto mais Vos amaremos, – ó Coração infinitamente amável de Jesus!

℣. Quanto mais atacarem vossa divindade,

℟. Tanto mais a adoraremos, – ó Coração divino de Jesus!

℣. Quanto mais vossas leis forem esquecidas e transgredidas,

℟. Tanto mais as observaremos, – ó Coração santíssimo de Jesus!

℣. Quanto mais vossos sacramentos forem desprezados e abandonados,

℟. Tanto mais os receberemos com amor e respeito, – ó Coração liberal de Jesus!

℣. Quanto mais vossas adoráveis virtudes forem desconhecidas,

℟. Tanto mais nos esforçaremos por praticá-las, – ó Coração modelo de todas as virtudes!

℣. Quanto mais o inferno trabalhar na perda das almas,

℟. Tanto mais abrasaremos no desejo da salvação, ó Coração de Jesus, zelador das almas!

℣. Quanto mais o sensualismo e o orgulho tenderem a destruir a abnegação e o amor do dever,

℟. Tanto mais nos aplicaremos a nos renunciar – e a viver em espírito de sacrifício, – ó Coração de Jesus, repleto de opróbrios.

℣. Coração de nosso Deus – dai-nos uma graça tão grande e eficaz que possamos ser vossos discípulos e apóstolos no meio do mundo, e que sejais nossa coroa na bem-aventurada eternidade.

℟. Assim seja.

Oração

Ó Deus três vezes santo, adoro-Vos, amo-Vos e bendigo-Vos pelo Sagrado Coração de Jesus no Santíssimo Sacramento do altar, e ofereço-Vos pelas benditas mãos da Imaculada Virgem Maria todas as hóstias que estão sobre os altares e sacrários, em sacrifício e expiação, reparação e desagravo por todos os sacrilégios, profanações, blasfêmias, impiedades e crimes com que sois ultrajado em todo o universo. Assim seja.

Do livro MAGNIFICAT – Devocionário para uso comum e particular dos fiéis no convento e no século – Pe João Batista Lehmann, 1942.

Deixe uma resposta