Reflexão e Conversão

O Sacerdote Católico

Sacerdote Católico, que pregas tu?

Prego as verdades que Jesus ensinou, e que se acham contidas no Símbolo dos Apóstolos.

A quem obedeces?

Obedeço ao representante de Jesus, ao sucessor de Pedro, ao Papa que na terra está em lugar de Jesus mesmo. Obedeço aos Bispos submissos ao Papa. Em virtude da minha fé e por minha obediência, sou sacerdote da Igreja Una.

Sacerdote Católico, que procuras?

Procuro tornar-me semelhante a Jesus, procuro imprimir, no coração das pessoas que me são confiadas, a imagem do Santo dos Santos, do Filho de Deus. Como meus antecessores, procuro produzir santos para aumentar a relação dos que a Igreja Venera. Ofereço a todos os meios de santificação: os sacramentos que dão a vida da graça, que a restituem a quem a perdeu, e que a fortalecem. Distribuo na Comunhão o corpo sagrado e a divindade de Jesus. Sou sacerdote da Santa Igreja.

Sacerdote Católico, onde estás?

Em toda parte: na velha Europa, repleta de recordações cristãs onde se reflete a luz de Roma; na África adusta e enorme onde o sol chega a ser mortal; na América materializada; na Ásia misteriosa e pagã; e na Oceania, terra vulcânica de mártires. Sou sacerdote da Igreja Universal.

Sacerdote Católico, quem são teus antepassados?

Sou substituto daqueles que os apóstolos consagraram ao serviço de Deus, sou o substituto dos apóstolos a quem Jesus disse: “Quem vos ouve, ouve a mim, quem vos despreza a mim despreza”. Sou sacerdote da Igreja dos apóstolos, e como eles procuro operários que depois de mim, trabalharão na seara espiritual do universo.

Senhor Jesus, enviai-nos operários.

Do livro O Apelo de Cristo aos Pescadores de Almas – Abbe Quinet, 1937

Deixe uma resposta