Reflexão e Conversão

Jesus vai sofrer

1. “Eis, vamos para Jerusalém”. Pela última vez Jesus, acompanhado pelos apóstolos, vai a Jerusalém. Ele conhece o que lá o espera, pois o prediz aos discípulos. Não obstante isso vai pressuroso como se para Ele não houvesse coisa mais preciosa do que o sofrimento pela nossa redenção. Abraças também, de boa vontade, a cruz que Deus diretamente ou por outros te manda? Há uma única contrariedade que sofres, sem te queixares a ninguém? Mais perfeito é ires ao encontro da cruz, vencendo-te por amor de Deus. Ou não fazes nunca algum sacrifício voluntário por teu Salvador?

2. “E tudo o que está escrito pelos profetas, sobre o Filho do homem, será cumprido”. Com o mesmo amor com que Jesus vai a Jerusalém para começar sua paixão, quer também terminá-la. Por maiores que sejam os sofrimentos, Ele aceita-os em perfeita obediência, cumprindo em tudo as profecias. “O que perseverar até ao fim, esse será salvo”. Não é o começo, mas o fim do combate vitorioso que será recompensado. Por que, pois, recuas na primeira dificuldade? Por que não te levantas mais depressa depois de uma descaída?

Breves Meditações Para Todos os Dias do Ano, Frei Pedro Sinzig, OFM, Quarta Edição, 1921.

Deixe uma resposta